STEM Mulheres

Nosso caminho na história

A seguir, conheça um breve histórico de algumas das grandes mulheres que impactaram o mundo com seu legado na área de Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática (STEM).

Ada Lovelace

Ada Lovelace

1815-1852 

Nascida em Londres, é conhecida por ser a primeira pessoa a desenvolver um algoritmo, ou seja, um programa de computador. Ela o fez mesmo que na sua época não houvesse nenhum computador como conhecemos hoje. Também foi escritora e matemática, obtendo fascínio pela área desde criança.

Commodore Grace M. Hopper, USN (covered).

Grace Hopper

1906-1992

Natural de Nova Iorque, foi analista de sistemas na Marinha dos EUA. Criou a extinta linguagem de programação Flow-Matic, que serviu como base para a criação do COBOL. É popularmente atribuída como criadora do termo “bug”, se significa algum erro no código de um dispositivo eletrônico. Obteve bacharelado em Matemática e Física. Também obteve o título de mestre e Ph.D. em Matemática.

Mary Keller

1913-1985

É considerada a primeira mulher a receber um doutorado em Ciência da Computação. Também obteve mestrado em Matemática e Física. Foi uma freira norte-americana, nascida em Ohio. Ela participou no desenvolvimento da linguagem de programação BASIC. Também foi forte ativista feminista e desenvolveu projetos para inclusão e estímulo de mulheres e crianças na computação.

Hedy Lamarr

1914-2000

Nascida em Viena, Lamarr foi uma das responsáveis por desenvolver a tecnologia que forneceu a base para a telefonia celular e dispositivos sem fio atuais. Suas descobertas foram realizadas para as Forças Armadas dos EUA, durante a Segunda Guerra Mundial. Embora importante para a área de tecnologia, recebeu a maior parte de honras após sua morte, em 2000. Ainda jovem, se mudou para a Alemanha desenvolveu a carreira de atriz, sendo considerada uma das mulheres mais bonitas da época. 

Katherine Johnson

Katherine Johnson

1918

Estadunidense, nascida em White Sulphur Springs, é física, cientista espacial e matemática. Um de seus trabalhos mais notáveis é o cálculo da trajetória da nave espacial Apollo 11 para a NASA. Foi uma das pessoas fundamentais para levar o homem à Lua. Possui destaque na lista de negros pioneiros em ciência em tecnologia, sendo uma das primeiras mulheres negras a programar um computador.

Frances Allen

1932

Nova-Iorquina foi uma das pessoas mais influentes na otimização de códigos, computação paralela e estudo de compiladores. Foi a primeira mulher a ganhar o Prêmio Turing e se aposentou na IBM, sendo também a primeira IBM Fellow. Desenvolveu trabalhos de inteligência em linguagens de programação e códigos de segurança para a National Security Agency.

Annie Easley

1933-2011

Nascida no Alabama em 1933. Matemática, programadora e cientista de foguetes. Trabalhou em um dos primeiros programas de computador para navegação espacial do projeto Centauro da Nasa. Também fez pesquisas importantes sobre usinas e novas baterias elétricas. O seu trabalho com baterias elétricas auxiliou para a obtenção dos veículos híbridos atuais.

Margaret Hamilton

Margaret Hamilton

1936

Nascida em Paoli (Indiana), é creditada por ter criados alguns termos da computação, como: Engenharia de Software, Teste de Sistema, Computação Paralela, dentre outros. Além de empresária na área da computação, foi diretora do departamento responsável pela programação do software da nave Apollo 11, que levou o homem à Lua. Recebeu diversos prêmios ao longo de sua carreira, é considerada uma das pessoas mais importantes na história da NASA e recebeu honraria do Presidente dos EUA.

Marie Curie

1867-1934

Nascida em Varsóvia na Polônia e em 1898, Marie, junto com Pierre Curie, comunica a descoberta do novo elemento polônio e continuando as pesquisas isolaram outro elemento radiativo, o rádio. Em 1903, o casal ganhou o Prêmio Nobel de Física, tornando-se a primeira mulher a ganhar o Prêmio Nobel de Física. Foi a primeira mulher a lecionar na Sorbonne e em 1911, tornou-se a primeira personalidade a receber um segundo Prêmio Nobel, desta vez pelas experiências sobre as propriedades químicas das substâncias radiativas.

Hypatia de Alexandria

370-415

Nascida na cidade de Alexandria, no Egito, por volta do ano 370 d.C. Ela cursou a Academia de Alexandria e, com o tempo, dominou as mais diversas áreas como filosofia, matemática, astronomia, religião, poesias e artes, ficando conhecida como “A Filósofa”. Por meio de seus estudos, tornou-se a primeira matemática da História.

Maria Mitchell

1818-1889

Nascida em 1 de agosto de 1818 em Massachusetts. Teve reconhecimento internacional com a descoberta através de um telescópio o Miss Mitchell’s Comet em outono de 1847. Primeira mulher astrônoma profissional da América.

Emily Roebling

1843-1903

Nascida em 27 de setembro de 1843 em Cold Spring. Tornou-se a primeira mulher engenheira e em grande parte responsável por orientar a construção da ponte de Brooklyn, devido a doença e morte de seu marido, engenheiro-chefe da construção da ponte. Ela também participou de conferências e reuniões em nome de seu marido e se tornou a primeira mulher a dirigir formalmente a Sociedade Americana de Engenheiros Civis.

Rachel Carson

1907-1964

Nascida em 27 de maio de 1907 em Springdale, foi uma bióloga marinha, escritora, cientista e ecologista. Reconhecida pela publicação de Silent Spring (1962) que ajudou criar a consciência ambiental moderna. As companhias químicas logo se opuseram às colocações do livro, e se engajaram em uma campanha de difamação da autora e do livro. Mas o legado de Rachel acabou por reverter a política nacional de uso de pesticidas. Postumamente, em 1980, Rachel recebeu a Medalha Presidencial da Liberdade pelo presidente Jimmy Carter.

Valerie Thomas

1943-2009

Nascida em maio de 1943 em Maryland. Com 8 anos, ela leu “O Primeiro Livro dos Meninos na Eletrônica”, que inspirou o início da sua carreira em ciências. Formou-se em Física na Morgan State University, indo trabalhar como analista de dados na NASA. Em 1976, descobriu que os espelhos côncavos podem criar a ilusão de objetos tridimensionais e começou a experimentar como poderia transmitir visualmente a ilusão 3D. Em 1980, Thomas patenteou seu transmissor de ilusão 3D.

Enedina Marques

1913-1981

Nascida em 5 de janeiro de 1913 em Curitiba. Formou-se em Engenharia Civil em 1945, aos 32 anos, sendo a primeira mulher engenheira do Paraná e a primeira mulher negra do Brasil. Ela faz parte da galeria dos paranaenses ilustres como pioneira da engenharia. Iniciando sua carreira na Secretaria de Viação e Obras Públicas ela deixou sua marca, atuando no levantamento topográfico da Usina Capivari Cachoeira, no levantamento de rios, na construção de pontes e na Usina Parigot de Souza.

Elisa Frota-Pessoa

1921

Nascida em 17 de janeiro de 1921 no Rio de Janeiro. Ela é a segunda mulher a se formar em Física do Brasil e uma das fundadoras do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF). Em sua carreira, Elisa introduziu a técnica de emulsões nucleares no Brasil e a aplicou em vários campos, como física nuclear, biologia, partículas elementares, entre outros. Famosa internacionalmente por um de seus trabalhos que foi o único brasileiro selecionado para apresentação em plenário na Conferência Internacional de Átomos para a Paz em Genebra, 1955.

Sonja Ashauer

1923 – 1948

Nascida em 9 de abril de 1923 em São Paulo. Foi a primeira mulher a concluir o Doutorado em Física no Brasil e a primeira mulher brasileira a ser eleita membro da Cambridge Philosophical Society. Chegou a conviver, na Europa, com os maiores físicos da época, tendo participado de encontros onde estavam nomes como Born, Schrödinger, Wheeler, Hackett. Sua tese de doutorado foi em Eletrodinâmica Quântica, assunto de ponta na época, com o título “Problemas nos elétrons e radiação eletromagnética”.